Shampoo seco – O que acontece quando você vira mãe!


Quem nunca pensou (antes de ter um filho) que seus hábitos mais básicos pudessem manter-se inalterados, como a frequência de lavagem dos cabelos?

Até eu virar mãe, costumava laver meus cabelos diariamente,
sem nunca imaginar que em algum momento esse simples (e gostoso) ritual fosse ser ameaçado e virar algo feito às pressas, ou então não ser feito por um dia.

Pois é… quando a Finha nasceu, me vi diante da situação que mais temia, não ter tempo para tomar um banho decente e demorado! Para quem nunca passou por isso, acha difícil uma criaturinha tão fofa causar isso. Mas acreditem, meu banhos passaram a ser rápidos e muitas vezes tive que optar por não lavar os cabelos ou aproveitar a ‘folguinha’ para dormir, arrumar a casa, preparar a comida… foi quando descobri o shampoo seco.

É um produto maravilhoso que você aplica no couro cabeludo e penteia os cabelos normalmente, e como num passe de mágica, aquele aspecto oleoso dos cabelos desaparece! Siiiiimmmmm, isso é possível – e bem mais rápido do que lavar os cabelos!

Calma gente, não significa que não lavei mais meus cabelos, mas com o shampoo seco comecei a alternar as lavagens (um dia sim e outro não). Já testei 4 marcas e somente agora acertei na compra.

Problemas encontrados com algumas marcas de shampoo seco:

  • o cabelo fica duro, como se tivesse usado spray fixador,
  • o cabelo fica esbranquiçado – produto para cabelos claros,
  • minha pele e minha roupa ficaram ‘manchadas’ com o spray para cebelos castanhos – tinha que usar um lencinho úmido para limpar a pele, após a aplicação.
Benefícios encontrados com a última marca:
  • o cabelo fica sedoso e macio,
  • não deixa o cabelo esbranquiçado,
  • remove a oleosidade do couro cabeludo
  • Fácil de aplicar e deixa um perfume suave e natural.
Marcas desaprovadas:
  •  Klorane – ele até deixa os cabelos macios e com aspecto um pouco limpo, mas não achei tão efetivo – além de me deixar quase ‘grisalha’. O cheirinho dele é muito bom!
  • Bed head  da TIGI – tem um cheiro muito forte de morango, chicletes ou algo assim (como eu estava grávida do Erik nessa época, passei muito mau com o cheiro), também deixou meu cabelo como se estivesse com spray fixador.
  • Matas Dry Shampoo Dark Hair – esse me deixava ‘pintada’ a cada aplicação e meu cabelo extremamente duro! Marca mais barata.
Marca aprovada (até agora):
  • Tony&Guy Cleanse Dry – AMEI, esse deixa os cabelos macios, remove a oleosidade e deixa um cheirinho suave.
Hoje em dia, já consigo ficar sem lavar os cabelos um dia sim e outro não, sem precisar usar o shampoo seco. Mas às vezes, é bom ter o produto por perto, ou se eu precisar ir em algum lugar antes do banho no terceiro dia.
No começo da lavagem alternada eu achava estranho, me incomodava… apesar da minha cabeleireira ter me dito várias vezes que não é saudável para o couro cabeludo ser lavado todos os dias, eu ainda tinha a necessidade de lavá-los todos os dias. Hoje percebo sim que as pontas ficam menos ressecadas, meu cabelo ficou menos oleoso e um dia sim e outro não, tomo um banho mais rápido! 😉
Existem várias marcas de shampoo seco, opte pelas marcas mais conceituadas, um pouco mais caras, vale a pena! Não sei se esses produtos são encontrados facilmente aí no Brasil, mas podem ser encontrados nos sites da AmazonStrawberry Net e em outros sites de compras onlines. É claro que se conhecer alguém indo para a Europa ou Estados Unidos, também pode pedir uma encomenda! 😉

Para quem não quiser comprar um shampoo seco, mas quiser testar algo ‘feito em casa’, conheço duas opções: talco de bebê e cacau em pó. Eu tenho experiência com o talco de bebê, uma prima e eu usamos esse método uma vez, quando estávamos em Mocóca e precisávamos ‘lavar os cabelos sem água’ – o talco deixa também o couro cabeludo meio esbranquiçado, mas o cheirinho do talco compensa! 😉 Já o cacau em pó (gente, tem que ser cacau em pó sem açúcar e não achocolatado em pó), eu ainda não testei pessoalmente, testei rapidamente na minha mãe, durante a minha última visita ao Brasil, mas não o suficiente para dizer o que penso a respeito.

Se você conhecer outro método ou tiver provado o método do cacau em pó, me avise! Adorarei saber se funciona! 😉

A!-braços

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s